Santa Catarina com mais cultura.

03.08.2017

 

A equipe da Genuí coordenou a elaboração de três projetos vencedores no Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura de Santa Catarina, realizado pela Fundação Catarinense de Cultura. A premiação selecionou 175 projetos de mais de 1,8 mil inscritos e injetará R$ 5,6 milhões no desenvolvimento cultural do estado.

 

O Primeiro Seminário de Acessibilidade Cultural de Santa Catarina foi desenvolvido em parceria com a Associação Catarinense para Integração do Cego (ACIC) e realizará, em Florianópolis, um encontro de três dias com oficinas, mesas de discussão, apresentações culturais, vivências, demonstrações de tecnologias assistivas e reunirá importantes nomes da acessibilidade no Brasil. Em parceria com o Laboratório de Educação, Linguagem e Arte (LELA), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), o evento será transmitido pela internet e o conhecimento compartilhado ficará disponível para acesso posterior. O projeto já conta com o apoio da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Centro Cultural Braille, entre outros.

 

Já o projeto Embaixo da Ponte Tem Teatro realizará a programação teatral do Espaço Cultural Moysés Boni, um pitoresco teatro localizado embaixo da Ponte Curt Hering, na cidade de Rio do Sul (centro do estado). O projeto já recebeu centenas de atividades culturais do Brasil e do mundo. Com este fomento, a Ponte receberá 16 apresentações, sendo 14 catarinenses e duas internacionais. Todas as apresentações serão desenvolvidas com interpretação em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). O espaço é mantido pela Universidade para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí (Unidavi) e suas produções são gerenciadas pelo Centro de Pesquisa e Produção de Teatro de Animação (CPPTA).

 

O terceiro projeto, Kasperl – O Teatro de Bonecos Popular Alemão Ressurge em Santa Catarina, é de proponência da premiada companhia Trip Teatro, de Rio do Sul. O Kasperl é um teatro de bonecos popular alemão e esteve muito presente em Santa Catarina nos anos 50, 60 e início dos 70. A proposta é resgatar esta linguagem por meio de uma montagem que conta com pesquisas e acervos do museu La Casa de Los Títeres e com direção de Paco Parício, pesquisador e diretor da companhia espanhola Los Titiriteros de Binéfar. O processo de montagem também realizará, de forma pioneira, o desenvolvimento da dramaturgia do espetáculo junto ao roteiro de audiodescrição (recurso de acessibilidade que transforma imagens em palavras e permite às pessoas com deficiência visual assistirem a espetáculos artísticos). Esta ação será investigada pela acadêmica Patrícia Zimmermann, da Escola de Comunicação e Artes (ECA), da Universidade de São Paulo (USP), com vistas ao compartilhamento da experiência com a comunidade acadêmica e com outros grupos teatrais no Brasil.

 

Acompanhe nossas notícias e saiba mais sobre nossos projetos e ações.

 

Genuí Assessoria e Desenvolvimento de Projetos.

Compartilhar
Please reload

Em Destaque

O que você não espera encontrar embaixo de uma ponte.

21.8.2017

1/4
Please reload

Recentes
Please reload

Assuntos
Please reload

Arquivo
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon